Última hora

Última hora

O desespero dos curdos sírios na Turquia

Em leitura:

O desespero dos curdos sírios na Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 13 mil civis estão encurralados na cidade curda de Kobani na Síria, mas não são os únicos.

Do outro lado da fronteira, na Turquia, estão milhares de pessoas que conseguiram fugir aos radicais do Estado Islâmico e que nada podem fazer para minimizar o sofrimento dos que ficaram.

“Isto não está certo. Estou a tentar levar pão aos meus filhos, mas não me deixam atravessar a fronteira” refere Celal Weli.

Muitos tentam fazer chegar comida, outros medicamentos aos familiares que se encontram cercados em Kobani. Uma viagem que termina mesmo antes de começar.

“O meu marido já tem uma idade avançada e precisa de ajuda para caminhar. Pedi aos militares turcos que me ajudassem, mas recusaram” afirma uma refugiada curda de Kobani.

Muitos curdos sírios que se encontram em território curdo querem regressar a Kobani para ajudar a combater os extremistas, mas estão a ser impedidos por Ancara.