Última hora

Última hora

Ébola: Enfermeira contagiada nos EUA recebe transfusão de sangue

Em leitura:

Ébola: Enfermeira contagiada nos EUA recebe transfusão de sangue

Tamanho do texto Aa Aa

Nina Pham, a enfermeira contagiada com Ébola em Dallas recebeu, segunda-feira, uma transfusão de sangue do médico Kent Brantly, o primeiro paciente tratado nos Estados Unidos e que superou o vírus.

A jovem de 26 anos, que tinha acabado de concluir os estudos de enfermagem, fazia parte da equipa de 70 pessoas que prestou assistência a Thomas Duncan, que morreu na quarta-feira no mesmo hospital.

“Ninguém sabe dizer o que aconteceu, mas a primeira reação foi culpar uma enfermeira que estava a pôr em risco a própria vida para cuidar de um doente. Pedimos há algum tempo para sermos treinados, equipamento do mais alto nível, incluindo para materiais perigosos, e até agora não recebemos formação adequada”, disse Katy Roemer, porta-voz da União Nacional das Enfermeiras.

Na capital belga foi hospitalizado em quarentena um homem suspeito de estar infetado com o Ébola.
Trata-se de uma pessoa que viajou até à Guiné e regressou à Bélgica no início de outubro.
Os resultados das análises ao sangue serão conhecidos nas próximas horas.

No aeroporto de Heathrow, no Reino Unido, entram esta terça-feira em vigor fortes medidas de prevenção à propagação do vírus no país.

Medidas semelhantes serão implementadas no aeroporto de Gatwick e nos terminais do Eurostar a partir do fim da próxima semana.