Última hora

Última hora

Síria: combates continuam em Kobani enquanto Turquia nega acordo com EUA

Em leitura:

Síria: combates continuam em Kobani enquanto Turquia nega acordo com EUA

Tamanho do texto Aa Aa

Os extremistas do Estado Islâmico perpetraram esta segunda-feira três atentados suicidas com viaturas armadilhadas em Kobani, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos. O objetivo seria ganhar posições no principal enclave curdo do norte da Síria, junto à fronteira com a Turquia.

Ao mesmo tempo, o governo turco negou que haja um novo acordo para que os Estados Unidos usem as suas bases aéreas nas operações contra os insurgentes, desmentindo o anúncio feito antes pela conselheira de segurança nacional da Casa Branca.

O vice-primeiro-ministro turco, Bulent Arinc, frisou que “não há nada de novo a respeito da base de Incirlik, para além da atual cooperação contra o terrorismo. Estamos a debater a disponibilização de algumas instalações para ‘treino e abastecimento’, mas ainda não foi tomada nenhuma decisão”.

Ancara recusa, de momento, juntar-se à coligação internacional dirigida pelos Estados Unidos, afirmando que os bombardeamentos aéreos contra os “jihadistas” podem reforçar, de forma colateral, o regime sírio.