Última hora

Última hora

Iraque: combatentes islamitas à beira de controlar província às portas de Bagdade

Em leitura:

Iraque: combatentes islamitas à beira de controlar província às portas de Bagdade

Tamanho do texto Aa Aa

Os bombardeamentos internacionais não conseguem travar a progressão dos combatentes islamitas no Iraque, num momento em que o grupo Estado Islâmico estará prestes a controlar a totalidade da província de Al-Anbar.

Os combatentes lançaram uma ofensiva em Amriyat all- Fallouja, a última cidade da província ainda controlada pelo exército, a 40 km de Bagdade.

Um ataque que faz temer uma batalha às portas da capital nos próximos dias e que relança as críticas à estratégia norte-americana centrada até agora apenas em ataques aéreos.

O presidente norte-americano, Barack Obama, rebateu ontem as críticas, durante uma reunião com os chefes militares de 21 países da coligação internacional mobilizada para combater o grupo islamita no Iraque e na Síria, reconhecendo que a batalha se anuncia longa e com alguns possíveis “retrocessos”.

“Neste momento estamos também a acompanhar os combates na província de Anbar e estamos preocupados com a situação na cidade síria de Kobani, que revela a dimensão da ameaça do Estado Islâmico sobre o Iraque e a Síria, e os ataques da coligação vão prosseguir nestas duas áreas”, afirmou Obama.

Washington afirma que os 21 bombardeamentos aéreos sobre a cidade de Kobani, desde o início da semana, permitiram evitar que os islamitas tomem a cidade, quando o exército turco continua sem autorizar a utilização das suas bases aéreas para apoiar as operações das forças internacionais.

As forças curdas que defendem a cidade síria controlam neste momento apenas o oeste da localidade, um bairro a norte e uma parte do centro de Kobani.