Última hora

Última hora

Nepal: Balanço de mortos aumenta na avalanche dos Himalaias

Em leitura:

Nepal: Balanço de mortos aumenta na avalanche dos Himalaias

Tamanho do texto Aa Aa

Subiu para 30, esta quinta-feira, o balanço de vítimas mortais provocadas pela avalanche ocorrida terça-feira nas encostas dos Himalaias, no Nepal. A tragédia aconteceu na sequência do nevão e das fortes chuvas provocadas ao início da manhã pela proximidade do ciclone Hudhud, que durante o fim de semana havia assolado a costa leste da vizinha Índia.

Numa altura considerada época alta nos Himalaias, alguns montanhistas foram surpreendidos pela derrocada quando caminhavam nos trilhos do circuito de Annapurna. Outros quando se preparavam para subir ao topo do Monte Dhaulagiri, a mais de 8 mil metros de altitude.

Esta quinta-feira, as equipas de socorro encontraram pelo menos mais dez cadáveres, mas resgataram com vida mais de 150 pessoas. No total, após a tragédia na terça-feira, cerca de 230 montanhistas aprisionados pela avalanche já foram salvos. Pelo menos, dez pessoas continuam ainda desaparecidas.

Entre as vítimas mortais, a maioria nepaleses, estão polacos, israelitas, canadianos, indianos e pelo menos um vietnamita.

Suspensas pela noite, devido às dificuldades naturais da região, as buscas, com recurso a quatro helicópteros, prosseguem esta sexta-feira de manhã.

Este é já o pior acidente do género na região, este ano, depois de, em abril, 16 “sherpas” (guias nativos dos Himalaias) terem morrido igualmente vítimas de uma avalanache quando preparavam um acampamento base para expedições nas encostas do monte Evereste.