Última hora

Última hora

O Erasmus destinado aos empreendedores

Em leitura:

O Erasmus destinado aos empreendedores

Tamanho do texto Aa Aa

O Erasmus para Jovens Empreendedores é um programa que existe há cinco anos. Cerca de três mil pessoas já beneficiaram do intercâmbio europeu com outros empreendedores mais experientes. E os resultados falam por si.

Há carrinhas coloridas que começam a ser mais frequentes nas estradas do litoral português. O conceito é dirigido, sobretudo, a surfistas que pretendam alugar um veículo espaçoso que possa transportar o material e servir de casa temporária. A ideia partiu de Stefan, depois deste austríaco ter passado cinco meses em Lisboa no âmbito do Erasmus para Jovens Empreendedores. “Por um lado, aprendi muito sobre gerir uma empresa e sobre a relação com outros parceiros no projeto. Por outro, sei mais sobre as especificidades portuguesas, as diferenças culturais e os modelos de financiamento”, explica Stefan.

A Indie Campers foi criada há dois anos. O projeto está a expandir-se. Tanto Stefan como o seu sócio português, Hugo, têm ideias para desenvolver o conceito. Para já, vão recrutar mais pessoas até ao próximo verão. Nas palavras de Stefan, “vamos desenvolver a empresa aqui em Portugal e tentar conquistar novos mercados como Espanha, França ou Itália. Também estamos a pensar em criar um ‘surf camp’ aqui.”

O programa Erasmus para Jovens Empreendedores permitiu a Stefan contar com o apoio de Hans-Erhard Reiter, o dono de uma empresa que presta serviços de assistência na área da Saúde. Ainda hoje se encontram regularmente. Hans sublinha o método: “eu ajudo-o a compreender melhor a sociedade portuguesa, o contexto empresarial. Ele ajuda-me a mim com os seus conhecimentos e com a rede de contactos que tem na Áustria. Por isso, o contacto continua.”

Saliente-se que, neste programa, a expressão “Jovens Empreendedores” não tem a ver com a idade do participante, mas sim com a experiência na criação de projetos. A duração do intercâmbio pode ir de um a seis meses. Parte dos custos é assumida pela Comissão Europeia. As candidaturas podem ser apresentadas no site “erasmus-entrepreneurs.”