Última hora

Última hora

Mais 60 montanhistas salvos no Nepal

Em leitura:

Mais 60 montanhistas salvos no Nepal

Tamanho do texto Aa Aa

No Nepal, este sábado, foram resgatados mais 60 sobreviventes da violenta tempestade de neve que atingiu a cordilheira dos Himalaias a meio da semana. As autoridades já recuperaram cerca de 40 cadáveres, mas dezenas de pessoas continuam desaparecidas, o que leva a supor que a catástrofe natural terá um balanço ainda mais pesado.

Um sobrevivente, dos 371 encontrados até agora, filmou o inicio da tempestade no famoso trilho do Annapurna. Paul Sherridan explica que o seu grupo foi recebido na passagem de Thorong La – o ponto mais alto do trilho, a 5416 metros de altitude – por ventos fortes, que pareciam “morder”. “Ver”, tornou-se quase impossível.
O turista afirma que os seus “óculos” congelaram e que, para além da visibilidade reduzida, o vento apagou as pegadas na neve, deixando as pessoas desorientadas, sem saberem onde estavam.

As operações de resgate intensificaram-se este sábado, com uma dúzia de helicópteros a largarem socorristas e militares em zonas de outra forma inacessíveis ao longo dos 240 km do trilho. Os sobreviventes foram encaminhados para tratamento em Katmandu. Sofrem em especial de queimaduras nas extremidades do corpo.

O governo do Nepal prometeu entretanto lançar um novo sistema de alerta para estas situações. A tempestade ocorreu numa altura do ano em que o tempo é normalmente ameno nos Himalaias.