Última hora

Última hora

Milhares de pessoas saíram às ruas por uma Catalunha independente

Em leitura:

Milhares de pessoas saíram às ruas por uma Catalunha independente

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de catalães saíram às ruas, este domingo. Falta unidade política na região, e talvez haja alguma incoerência, já que nem os partidos que lideram a coligação regional estão, totalmente, de acordo.

O certo é que as fações mais radicais, que convocaram o protesto, exigem eleições antecipadas depois de verem recusada a realização do referendo sobre a independência:

“Vamos regressar no dia 9 de novembro, mas o que queremos é a unidade política e queremos eleições. Senhor Presidente convoque eleições antecipadas! Senhor presidente, queremos votar dentro de três meses”, afirmou Carme Forcadell, líder da Assembleia Nacional Catalã.

O Tribunal Constitucional declarou ilegal o referendo e decidiu-se então fazer uma consulta popular, a 9 de novembro, e que terá apenas um valor simbólico.

A questão é que nem todas as formações políticas, veem da mesma maneira a questão da independência:

“A Catalunha nunca será um Estado que consiga sobreviver, de forma independente, se se recusar, à partida, a negociar com Espanha e com a União Europeia”, adiantou Josep Duran i Lleida, membro da União Democrática da Catalunha.

Na Catalunha, que representa cerca de 20% do PIB de Espanha, as sondagens demonstraram que a maioria da população apoiava a organização do referendo.