Última hora

Última hora

Coreia do Norte liberta norte-americano no aniversário de acordo nuclear

Em leitura:

Coreia do Norte liberta norte-americano no aniversário de acordo nuclear

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Norte libertou esta terça-feira um dos três norte-americanos detidos no país.

Jeffrey Fowle, de 56 anos, encontra-se a caminho dos Estados Unidos, segundo a Casa Branca, depois de ter sido transportado de Pyongyang para uma base norte-americana na ilha de Guam.

O cristão evangélico aguardava julgamento desde abril, depois de ter sido detido por “atividades hostis”, alegadamente por abandonar uma biblía num clube noturno de uma cidade do norte do país.

Washington não precisou as condições nem as contrapartidas da libertação, tendo apenas agradecido a mediação da Suécia, que mantém uma representação diplomática em Pyongyang.

“Congratulamo-nos com a decisão da Coreia do Norte de libertar Fowle. É um gesto positivo de Pyongyang, mas recordamos que continuamos preocupados com a detenção prolongada de Kenneth Bae e Matthew Miller e pedimos à Coreia do Norte que os liberte imediatamente”, afirmou o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest.

Fowle era o único dos três norte-americanos detidos a não ser condenado em tribunal.

Mattew Miller de 24 anos, tinha sido condenado recentemente a seis anos de trabalhos forçados por espionagem e entrada ilegal no país. Kenneth Bae, um missionário de origem coreana, encontra-se a cumprir uma pena de 15 anos por realizar atividades religiosas no país.

A libertação de Fowle ocorre na data do 20o aniversário do primeiro acordo de Pyongyang para suspender o seu programa nuclear, em troca de petróleo internacional. Um entendimento suspenso em 2002.