Última hora

Última hora

Atentado ao Parlamento canadiano faz dois mortos

Em leitura:

Atentado ao Parlamento canadiano faz dois mortos

Tamanho do texto Aa Aa

Ataque ao Parlamento federal canadiano em Otava mata um soldado que guardava o monumento aos mortos na guerra, perto do edificio.

Um dos atacantes foi também abatido numa troca de tiros com a polícia.

É o segundo soldado a morrer em três dias no Canadá, numa altura em que o governo tinha alertado contra a ameaça de ataques terroristas.

Os seguranças do Parlamento foram apanhados de surpresa, o responsável da polícia explica:

“A nossa reação foi de surpresa. Mas ainda é cedo para detalhes sobre o que realmente aconteceu. Temos uma operação de polícia em curso e temos de ter tempo para investigar de forma a determinar exatamente o que aconteceu. Ainda é cedo para responder a todas as perguntas.”

Tudo começou por volta das dez da manhã, hora local.

De acordo com vários relatos, um ou mais atiradores abriu fogo contra um dos dois soldados estacionados no monumento aos mortos, antes de tomar posse de um veículo oficial para se aproximar dos portões do Parlamento, uma área reservada exclusivamente para veículos autorizados.

Os atacantes correram então para dentro do prédio principal onde se encontravam os deputados e senadores assim como o primeiro ministro, Stephen Harper retirado de imediato da zona de perigo.

Na terça-feira, um cidadão canadiano convertido ao Islão foi morto pela polícia da província do Quebeque depois de ter atropelado outros dois militares.