Última hora

Última hora

Migrantes tomam autoestrada de assalto

Em leitura:

Migrantes tomam autoestrada de assalto

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 200 migrantes tentaram chegar aos camiões que se dirigiam ao porto de Calais, no norte de França.

Estas pessoas, na maioria jovens oriundos de África, encontram-se aqui em número cada vez maior. Desde o início do verão passaram de 1500 a 2300, criando tensão entre nacionalidades pela luta pelo controle das áreas e com a população.

“São pessoas pobres. Eles tentam encontrar uma vida melhor noutros sítios. E nós, bem, o que quer fazer? Aqui estamos, temos que ver, sofrer, e aguentar a miséria que está à nossa volta”

“Precisamos criar um lugar acolhedor para eles, precisam de receber cuidado, eles precisam ter lugares para se lavarem. São muitos problemas”.

Mais de uma centena de polícias foram enviados para Calais para lidar com a tensão na cidade causada pelo afluxo de migrantes.

Um total de 450 policiais e guradas mobilizados.