Última hora

Última hora

BCE: Hora da verdade para os bancos europeus

Em leitura:

BCE: Hora da verdade para os bancos europeus

Tamanho do texto Aa Aa

O Banco Central Europeu revela domingo os resultados dos testes de resistência a 130 bancos da zona euro. Trata-se de uma etapa crucial. O BCE vai assumir a supervisão dos bancos e colocou na mesa a sua reputação.

Nos últimos meses, seis mil pessoas analisaram os ativos e créditos dos bancos para saber se têm solidez financeira para enfrentar novas crises.

Jan Lambregts, do Rabobank, explica: “As nossas expectativas são que os testes de resistência sejam bastante duros. Haverá um certo número de bancos que terão de resolver problemas. Isso vai melhorar a confiança”.

Segundo informações avançadas pelos media, e não confirmadas pelo BCE, haverá pelo menos uma dezena de bancos que não terão passo nos testes. Um deles em Portugal.

Para David Ereira, advogado na área financeira da multinacional Linklaters, “os mercados que serão mais afetados, a curto prazo, serão, certamente, Itália, Espanha e, talvez, Portugal e Áustria. Poderá haver também alguns bancos alemães”.

O objetivo dos testes de resistência é recuperar a confiança no setor bancário europeu, depois dos testes de 2011 não terem detetato problemas em alguns bancos que tiveram de ser socorridos.

Os bancos que não passarem no teste terão duas semanas para apresentar um plano de recapitalização.

Segunda-feira, os mercados ameaçam estar agitados.