Última hora

Última hora

Protestos pela morte de estudantes geram violência no México

Em leitura:

Protestos pela morte de estudantes geram violência no México

Tamanho do texto Aa Aa

No Estado de Guerrero, no México, o desaparecimento de 43 estudantes no último mês gerou um novo episódio violento.

Membros do sindicato dos professores destruíram as instalações da secretaria estadual da educação, em protesto contra a falta de resposta das autoridades.

O governador do Estado demitiu-se temporariamente, mas o descontentamento não desaparece, até porque a polícia é a principal suspeita da morte dos estudantes.

“Estamos preocupados com as linhas de investigação que as autoridades abriram, porque representam uma tentativa de criminalizar a nossa escola e reduzir as culpas da polícia a uma mera desculpa”, disse Pedro García, estudante na Escola Superior Normal de Ayotzinapa.

Ángel Aguirre, governador do Estado, anunciou que se afastava por algum tempo, já que a lei não lhe permite demitir-se. Aguirre é membro do partido no poder, o PRD, e tornou-se numa figura figura incómoda para o presidente Enrique Peña Nieto.

Elementos da polícia são suspeitos de terem morto os estudantes e raptado outros, em conluio com um grupo local de criminosos.