Última hora

Última hora

Da igreja para as artes performativas, padres e freiras exibem talento

Em leitura:

Da igreja para as artes performativas, padres e freiras exibem talento

Tamanho do texto Aa Aa

Do silêncio da igreja para a dança, os padres David Rider e John Gibson tomaram de assalto os palcos com o sapateado e tornaram-se num fenómeno viral na Internet. São peritos na arte e ensaiam atualmente na Universidade norte-americana de Roma.

Decidiram dedicar-se ao sacerdócio quando já tinham começado a praticar este estilo de dança, mas procuram não deixar esmorecer a veia artística.

“Tive aulas de sapateado desde os três anos de idade, mas durante a adolescência vi o filme ‘Serenata à Chuva’ e quando vi, pela primeira vez, Gene Kelly a dançar sapateado, apaixonei-me pela arte e percebi que queria fazer o mesmo. Foi a partir daí que comecei a levar tudo mais a sério”, explica o padre David Rider.

O também padre John Gibson acrescenta: “A minha família é irlandesa apesar de ter aprendido sapateado numa escola em Milwaukee, onde estava muito presente a cultura irlandesa. A minha irmã foi uma das primeiras a iniciar-se na dança irlandesa e eu segui-lhe os passos.”

Os dois padres saíram do anonimato depois de um vídeo, filmado em abril durante uma ação de angariação de fundos, ter atingido milhares de visualizações na internet.

A fama que conquistaram rapidamente deve-se, na opinião de ambos, ao fato de ser algo considerado fora do normal.

A igreja continua a ser prioritária, mas os tempos livres são preenchidos com o sapateado.

“Todas as pessoas conhecem o vídeo e quase toda a gente gostou. É bom receber esses comentários positivos sobre o que faço”, diz John Gisbon.

“Julgo que se trata de uma aventura divina. Todos os dias digo a Deus: deste-me este talento, estava pronto a desistir por ti, mas mostraste-me como posso continuar a usá-lo. Todos os dias as pergunto a Deus como quer que ponha o meu talento a serviço do seu reino e da sua glória”, acrescenta David Rider.

Enquanto os padres dançam, num registo diferente, as freiras cantam. Com apenas 26 anos, a irmã Cristina Scuccia fez furor nos palcos e venceu, em Itália, o concurso “The Voice.”

Mais vestida, mas fazendo mostra do talento que tem apresenta agora o primeiro videoclip “Like a Virgin”. O vídeo foi gravado em Veneza, tal como o original de Madonna.

“Like a Vigin” faz parte do álbum que Cristina Succia lança a 14 de novembro.