Última hora

Última hora

Vida de pintor William Turner retratada no grande ecrã por Mike Leigh

Em leitura:

Vida de pintor William Turner retratada no grande ecrã por Mike Leigh

Tamanho do texto Aa Aa

O realizador britânico Mike Leigh inspirou-se na vida do pintor inglês do século XIX William Turner e traz ao grande ecrã a história do precursor do modernismo.

Timothy Spall é o protagonista do filme “Mr. Turner”. Para dar maior veracidade ao personagem que encarnou, o ator teve aulas de pintura, dois anos antes de iniciar a rodagem.

“Quando comecei a pintar, a coisa mais frustrante de ouvir foi o meu professor dizer que tinha uma espécie de habilidade, por isso sempre que fiz algo errado era como quem me matava. Não é que fosse um idiota que não sabia o que estava a fazer. Sabia que o que estava a fazer era bom ou mau. Por isso foi um processo penoso, mas ao mesmo tempo bom porque aprendi a segurar num pincel e aprendi a misturar as tintas”, explica Timothy Spall.

No filme, Mike Leigh coloca em evidência a estreita relação que o pintor manteve com o pai, bem como os relacionamentos conturbados que manteve com as mulheres e as dificuldades de comunicação.

Leigh, que assina películas conhecidas por incluírem diálogos improvisados, assegura que “Mr. Turner” não é um filme diferente dos anteriores, mas garante, por outro lado, que desenvolveu um trabalho intenso de pesquisa de informação sobre cada uma das personagens da história: “para cada personagem do filme, inclusive para as personagens secundarias, procurámos muita informação que combinámos com uma parte criativa. Assim, julgo que conseguimos mostrar como eram todas essas pessoas na vida real.”

O filme “Mr Turner”, de Mike Leigh, chega às salas de cinema portuguesas a 27 de novembro.