Última hora

Última hora

Violência provocada pela extrema-direita, na Alemanha, causa polémica

Em leitura:

Violência provocada pela extrema-direita, na Alemanha, causa polémica

Tamanho do texto Aa Aa

Depois do caos, provocado por uma manifestação, em Colónia, convocada, pela extrema-direita alemã – que terminou com 44 polícias antimotim feridos e 17 manifestantes detidos – o governo do país expressou preocupação. Diz que não é caso para pânico ou medo mas que é preciso adotar as medidas necessárias para evitar situações como esta. Os manifestantes, que protestavam sob o lema “Hooligans contra os salafistas”, acabaram por lançar-se contra a polícia.

“Eles querem beber, lutar, bater e nada mais. Eles abusaram do direito fundamental à manifestação. E devemos evitar o abuso desse direito, com recurso aos tribunais e com as conclusões que tirámos”, adiantou Ralf Jäger, ministro regional do interior.

O grupo “Hooligans contra os salafistas” foi criado através das redes sociais. É constituído, principalmente, por adeptos de futebol da extrema-direita e “skinheads”, que organizam protestos violentos, alegadamente, contra o crescimento do extremismo muçulmano na Europa. Este não foi o primeiro incidente do género no país.