Última hora

Última hora

Reino Unido vende armas de repressão interna a Hong Kong

Em leitura:

Reino Unido vende armas de repressão interna a Hong Kong

Tamanho do texto Aa Aa

Os manifestantes de Hong Kong, preparam-se para assinalar um mês passado sobre o início dos protestos pró-democracia a 28 de outubro.

Os organizadores tentam manter a dinâmica do movimento e pediram aos estudantes que se concentrem esta noite junto à sede do governo para 87 segundos de silêncio pelas 87 granadas de gás lacrimogéneo lançadas pela polícia, aquando da invasão do Conselho Legislativo.

A suspeita de que gás lacrimógeneo foi importado do Reino Unido para a repressão do movimento é levantada pela imprensa local que dá conta de uma ampla venda de armas de repressão interna vinda de empresas britânicas.

Desde 2008 foram aprovadas licenças de venda de armas para Hong Kong, no valor de 17.400 milhões de dólares.