Última hora

Última hora

A morte com direito a Museu

Em leitura:

A morte com direito a Museu

Tamanho do texto Aa Aa

O Museu da Morte em Hollywood abriga a maior coleção de objetos relacionados com a passagem para o outro mundo

Os fundadores, JD Healy e Cathee Schultz. decidiram abrir o museu em meados dos anos 90 para partilhar uma coleção privada com o público: “O Museu da Morte é um museu dedicado à morte, que incorpora tudo, desde obras de arte de assassinos em série e cartas, vídeos de execução, objetos funerários, fotografias de cenas de crime famosas, crânios, sacos para corpos. Tudo o que se possa imaginar sobre a morte existe aqui.”

A visita ao museu dura cerca de 45 minutos e começa com uma secção sobre assassinos em série. Aqui, é possível encontrar os pertences de John Gacy, por exemplo, um assassino condenado por abuso sexual e pela morte de 33 adolescentes. A “Sala de execução” é outra das atrações. O público também pode visitar a “Sala de Funerais”, um cenário algo negro com caixões e tudo o qué necessário para embalsamar um corpo… A morte, em exposição, em Hollywood.