Última hora

Última hora

Polanski ouvido pela alegada violação de 1977

Em leitura:

Polanski ouvido pela alegada violação de 1977

Tamanho do texto Aa Aa

O cineasta franco-polaco Roman Polanski foi ouvido por um procurador de Cracóvia dois dias depois de ter marcado presença na inauguração do museu da história dos Judeus da Polónia em Varsóvia.

A interpelação das autoridades polacas foi pedida pelos Estados Unidos no alegado caso de violação em 1977 de uma menor de 13 anos com recurso a álcool e drogas.

Polaski deu garantias suficientes justiça sobre o seu paradeiro e contacto e evitou, assim, a prisão preventiva.

De acordo com um porta-voz da procuradoria, o cineasta comprometeu-se a apresentar-se às autoridades sempre que necessário.

Os Estados Unidos ainda não pediram oficialmente a extradição mas poderão fazê-lo no curso do processo legal.

Já antes tinha sido detido na Suíça, em 2009, mas na altura Berna rejeitou o pedido extradição.

Com 81 anos, Roman Polanski recebeu vários prémios por diversas obras cinematográficas, mas foi o filme ‘O Pianista’ que lhe valeu um Óscar em 2003 e também uma palma de ouro, em Cannes, no ano anterior.