Última hora

Última hora

Talibã paquistaneses reivindicam atentado suicida na fronteira com a Índia

Em leitura:

Talibã paquistaneses reivindicam atentado suicida na fronteira com a Índia

Tamanho do texto Aa Aa

Os talibã paquistaneses reivindicaram o atentado suicida que provocou mais de 50 mortos, este domingo, no posto fronteiriço de Wagah, entre o Paquistão e a Índia.

Um homem de 25 anos fez deflagrar uma carga explosiva, nos arredores da passagem fronteiriça durante o tradicional render da guarda.

Segundo as autoridades a deflagração ocorreu nas imediações do evento, tendo ferido mais de 70 pessoas.

Entre as vítimas mortais contam-se pelo menos três militares paquistaneses.

A ação foi reivindicada minutos depois pelo líder do grupo islamita Jundullah, os Talibã paquistaneses, uma organização próxima da rede Al-Qaida.