Última hora

Última hora

Bangladesh condena islamitas à morte

Em leitura:

Bangladesh condena islamitas à morte

Tamanho do texto Aa Aa

O Supremo Tribunal do Bangladesh confirmou a pena de morte contra um dos líderes da oposição,
Mohammad Kamaruzzaman.  

Esta confirmação surge apenas um dia depois da sentença de morte contra outro dos dirigentes do partido islamita Jamaat, o magnata dos media Mir Quasem Ali. O líder do partido, Moitur Rahman Nizami, foi também condenado à morte, na semana passada.

Esta onda de condenações insere-se numa ofensiva da justiça do Bangladesh contra aqueles considerados responsáveis por milhões de mortes, torturas e violações durante a guerra que ditou a independência do país em relação ao Paquistão, em 1971.

A guerra, que durou nove meses, matou três milhões de pessoas e fez com que dez milhões tenham procurado abrigo nos campos de refugiados da vizinha Índia. Há também relatos de mais de 200 mil mulheres violadas pelas tropas paquistanesas, apoiadas por islamitas do Bangladesh.