Última hora

Última hora

Donetsk: comunidade internacional contesta eleições

Em leitura:

Donetsk: comunidade internacional contesta eleições

Tamanho do texto Aa Aa

Aleksandr Zakharchenko, o primeiro-ministro da república separatista da Donetsk, venceu as eleições presidenciais realizadas domingo nas regiões orientais da Ucrânia detidas pelos separatistas pró-russos.

Eleições que a União Europeia não reconhece. De acordo com as pesquisas realizadas Zakharchenko terá recebido mais de 81% dos votos. Os diferendos entre Kiev e os líderes separatistas não cessam de se agravar a população receia:

“É claro que os dois lados devem manter conversações. Para que tudo isso seja mais ou menos pacífica e calmo. Porque já não há nenhuma outra maneira e nada pode ser alcançado através da guerra.”

“Sabe o que se passaa na Transnístria, se não formos reconhecidos por ninguém, o que vem depois? Não haverá acesso a qualquer coisa. E eu tenho medo do que possa acontecer. Esta situação é assustadora”.

Os Estados Unidos contestam igualmente a legitimidade das eleições. O escrutínio entra em conflito com o espírito e a letra do “protocolo de Minsk”, que permitiu a entrada em vigor 05 de setembro do cessar-fogo, diariamente violado nesta região, onde a violência já causou 3.700 mortos.