Última hora

Última hora

Acidente fatal não trava construção da nova nave espacial da Virgin Galactic

Em leitura:

Acidente fatal não trava construção da nova nave espacial da Virgin Galactic

Tamanho do texto Aa Aa

As conclusões do inquérito às causas do acidente que destruiu a SpaceShipTwo devem demorar um ano a ser conhecidas. Entretanto, a Virgin Galactic vai continuar a construir a segunda nave espacial do mesmo modelo.

No hangar da companhia de turismo espacial de Richard Branson a vida regressa lentamente ao normal. O diretor executivo da empresa, George Whitesides afirma que “a equipa tem trabalhado arduamente” na nova nave espacial e que “estão todos ansiosos para compreender o que se passou e para seguir em frente”.

O veículo espacial despenhou-se, sexta-feira, no deserto do Mojave, na Califórnia, provocando a morte ao co-piloto de testes. O piloto conseguiu ejetar-se e está internado num estado considerado grave. Os destroços da nave ficaram espalhados ao longo de 8 km.

A Virgin Galactic afirma estar a colaborar com a investigação e espera ter mais novidades nos próximos dias.

Segundo os primeiros indícios, as asas foram colocadas em posição de descida cedo demais, o que provocou uma reação em cadeia, que terminou com a desintegração da nave espacial. Um relatório preliminar ao acidente deverá ser conhecido na próxima semana.