Última hora

Última hora

Ébola: Teresa Romero disposta a ajudar na cura do vírus

Em leitura:

Ébola: Teresa Romero disposta a ajudar na cura do vírus

Tamanho do texto Aa Aa

A auxiliar de enfermagem espanhola que superou o Ébola teve, esta quarta-feira, alta do Hospital Carlos III, de Madrid. Teresa Romero agradeceu aos médicos que a acompanharam e afirmou desconhecer as circunstâncias do contágio.

A espanhola está disponível para ajudar a encontrar uma cura para o vírus: “Se o meu contágio servir para investigar a doença e puder ajudar a encontrar uma vacina ou se o meu sangue pode ser usado para curar alguém, estou pronta a ajudar,” afirma Romero.

O marido, Javier Limón, não se conforma com o abate do cão do casal e criticou a intervenção das autoridades, alegando que não havia provas de que o animal estaria infetado com o Vírus Ébola.

“O Excalibur foi abatido sem que nos fosse dada qualquer oportunidade. Como vimos, nos Estados Unidos, não era necessário. Perdemos uma grande oportunidade científica de estudar o desenvolvimento da doença nos animais e de verificar se podem transmiti-la ou não,” conclui o espanhol.

O Ébola continua sem vacina e sem cura.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, tem-se assistido a uma diminuição do número de casos de infeções na Libéria e a situação na Guiné Conacri está a estabilizar. Em sentido contrário, os casos de infeção pelo vírus Ébola, na Serra Leoa, aumentam.