Última hora

Última hora

EUA: Obama e McConnell querem evitar paralisia política

Em leitura:

EUA: Obama e McConnell querem evitar paralisia política

Tamanho do texto Aa Aa

A promessa de entendimento está agora na boca de Barack Obama e de Mitch McConnell.

Depois das eleições intercalares norte-americanas que deram o controlo total do congresso aos republicanos, o presidente, democrata, e o futuro líder da maioria republicana no Senado sabem que tem haver cedências.

“Como presidente, tenho a responsabilidade de fazer com que esta ‘vila’ funcione. Por isso, para todos aqueles que votaram quero que saibam que os ouvi. Para os dois terços que escolheram não participar no processo, também vos estou a escutar”, declarou o Obama, numa reação à pesada derrota democrata.

O líder republicano na câmara alta, Mitch McConnell tem agora o peso da responsabilidade de estar à altura das expectativas dos eleitores que deram à oposição a vitória não só no senado, mas também na câmara dos representantes.
“Penso que a minha atitude sobre isto tudo resume-se a confiança, confiança mas com verificação. Vamos ver! O povo americano falou, deram-nos uma governação dividida. A questão que se coloca ao presidente, ao presidente da câmara dos representantes e a mim próprio é o que vamos fazer com isto?”

Os republicanos têm agora o poder de complicar a agenda do presidente.

Na sexta-feira está agendada uma reunião de líderes dos partidos na Casa Branca.