Última hora

Última hora

Irão poderá libertar em breve jornalista do Washington Post

Em leitura:

Irão poderá libertar em breve jornalista do Washington Post

Tamanho do texto Aa Aa

Um correspondente no Irão do jornal norte-americano Washington Post, Jason Rezaian, poderá ser libertado ou perdoado “em menos de um mês”, segundo um conselheiro do governo iraniano.

Mohammed Javad Larijani, secretário-geral do Conselho para os Direitos Humanos, deu uma entrevista exclusiva à euronews, na cidade suíça de Genebra, na qual comentou o caso do jornalista com dupla cidadania, detido há mais de cem dias na capital iraniana.

O correspondente da euronews, James Franey, perguntou “se o procurador-geral do Irão poderá recomendar que o jornalista seja perdoado pelo Líder Supremo dentro de poucos dias”.

“O perdão não é concedido dessa forma, há regras e procedimentos”, disse o secretário-geral do Conselho para os Direitos Humanos.

“Em primeiro lugar, o tribunal vai ter de se pronunciar e poderá decidir retirar a queixa e arquivar o caso, que terminaria aí. Caso contrário, se o jornalista for indiciado, poder-se-à, num segundo momento, fazer o pedido de perdão. Logo, tem de se respeitar este mecanismo, não é algo automático”, explicou Larijani.

“Tal pode acontecer dentro de uma ou duas semanas?”, perguntou o jornalista da euronews.

“Julgo que tudo estará terminado em menos de um mês”, respondeu o conselheiro.

A euronews transmite a entrevista alargada com Mohammed Javad Larijani, sexta-feira, a partir das 20h45, hora central europeia, mais uma hora que em Portugal Continental.