Última hora

Última hora

Râguebi: Inglaterra recebe campeões do Mundo e França defronta Fiji

Em leitura:

Râguebi: Inglaterra recebe campeões do Mundo e França defronta Fiji

Tamanho do texto Aa Aa

A menos de um ano do mundial de Râguebi, que vai decorrer em Inglaterra entre setembro e outubro, algumas das mais fortes seleções do hemisfério sul, entre elas os campeões do mundo, a Nova Zelândia, acabam de chegar à Europa para realizar alguns jogos de preparação com adversários do Velho Continente. Este sábado, entre os vários testes previstos, destacamos a receção dos ingleses aos “All Blacks” e a visita do selecionado das ilhas Fiji à renovada França.


Diante da poderosa Nova Zelândia, o selecionador inglês mostra-se confiante nas garras dos “Três Leões”: “A equipa está junta há dois meses e meio. O nível físico é excelente e pode manter-se até acabar a época. Eles têm-no mostrado uma e outra vez. Mesmo aos 78 minutos de um jogo em que precisaram de inventar algo para ganhar, eles fizeram-no. Tenho de lhes dar esse crédito e, por isso, eles são os melhores”, enalteceu Stuart Lancaster.


Desde que assumiu o cargo, em 2012, em 11 partidas contra as três melhores equipas do hemisfério sul (Nova Zelândia, Austrália e África do sul), Lancaster apenas conseguiu conduzir a Inglaterra a duas vitórias, uma delas, curiosamente, diante dos “All Blacks” há dois anos.

Depois do jogo de sábado, a Inglaterra ainda tem mais três jogos de preparação agendados diante d África do Sul, Samoa e Austrália. O objetivo é criar as bases para tentar revalidar em 2015 o título mundial ganho em 2003, na Austrália. Sobretudo, por serem os anfitriões do Mundial.


“Galos” em renovação
Em França, o seleccionador Philippe Saint-Andre vai aproveitar o particular destev sábado diante das ilhas Fiji para continuar as experiências de renovação da equipa gaulesa. Uma das caras novas na convocatória é Scott Spedding.


O defesa sul-africano naturalizou-se francês no início deste ano e foi chamado para colmatar a ausência do lesionado Brice Dulin. Spedding garante conhecer bem o adversário deste primeiro teste e deixou o alerta: “Temos visto vídeos com os nossos treinadores e sabemos que a equipa das Fiji é capaz de grandes jogos. Alguns dos jogadores jogam nas nossas equipas, por isso sabemos que são atletas capazes de exibições incríveis. Temos de ser sólidos a defender. Se o conseguirmos, as oportunidades de pontuar surgem a seguir.”

Depois do embate com as ilhas Fiji, os franceses ainda vão ter mais dois particulares durante este mês: o segundo será com a Austrália (dia 15) e o terceiro com a Argentina (dia 22).

Jogos particulares do fim de semana (hora de Lisboa):
Itália-Samoa (14h)
Inglaterra-Nova Zelândia (14h30)
País de Gales-Austrália (14h30)
França-Fiji (16h45)
Irlanda-África do Sul (17h30)
Escócia-Argentina 817h30)