Última hora

Última hora

TPI liberta ultranacionalista sérvio acusado de crimes de guerra

Em leitura:

TPI liberta ultranacionalista sérvio acusado de crimes de guerra

Tamanho do texto Aa Aa

Liberdade provisória para o ex-líder ultranacionalista sérvio Vojislav Seselj, foi a decisão dos juizes do Tribunal Penal Internacional (TPI) para a ex-Jugoslávia.

O coletivo de juizes tomou a decisão por razões humanitárias, devido ao estado de saúde do arguído.

Em 2013, Sesejl foi operado a um câncro no cólon. Um ano antes, elementos do seu partido na Sérvia tinham noticiado uma outra operação ao coração.

Vojislav Sesejl está acusado de assassínio, tortura e crimes de guerra e contra a Humanidade cometidos na Bósnia, Croácia e Sérvia entre os anos 1991 e 1993 e aguarda o julgamento desde 2003, altura em que se entregou à justiça internacional.

As condições da libertação são o compromisso de não ter contactos com as testemunhas do seu processo e a comparência perante os juizes sempre que solicitado.