Última hora

Última hora

Gorbatchov critica "triunfalismo ocidental" face à Rússia no aniversário da queda do Muro de Berlim

Em leitura:

Gorbatchov critica "triunfalismo ocidental" face à Rússia no aniversário da queda do Muro de Berlim

Tamanho do texto Aa Aa

O último líder da União Soviética e pai da “perestroika”, Mikhail Gorbatchov, é o convidado especial das comemorações do 25.º aniversário da queda do Muro, em Berlim.

Ontemб Gorbatchov deixou a sua marca numa placa comemorativa junto ao “checkpoint Charlie”, o antigo posto de controlo na passagem principal entre os dois lados do Muro.

Num discurso, esta manhã, ao lado da chanceler Angela Merkel, o antigo líder soviético elogiou a reunficação alemã denunciando, no entanto, o “triunfalismo ocidental” que, segundo ele, substituiu a “relação de confiança” com Moscovo, estando na origem da recente tensão entre os Estados Unidos e a Rússia. Gorbachov apelou ainda ao fim das sanções contra a Rússia.

O antigo traçado do Muro é desde ontem, assinalado por milhares de balões iluminados que deverão ser largados nos céus de Berlim, na noite de domingo, ao som do Hino da Alegria de Beethoven, 25 anos após a queda do Muro.