Última hora

Última hora

Holanda: Homenagem nacional às vítimas do voo MH17

Em leitura:

Holanda: Homenagem nacional às vítimas do voo MH17

Tamanho do texto Aa Aa

A Holanda prestou homenagem esta segunda-feira às vítimas do voo MH 17, da Malysia Airlines, abatido em meados de julho, nos céus da Ucrânia.

Na cerimónia, que reuniu cerca de 1600 familiares e próximos das vítimas, participaram membros da família real e do governo holandês, assim como representantes diplomáticos de vários países.

Das 298 pessoas que perderam a vida, 193 eram de nacionalidade holandesa. O Boeing 777 efetuava o voo entre Amesterdão, na Holanda e Kuala Lampur, na Malásia.

O aparelho caiu na zona de conflito do leste da Ucrânia. Uma zona de acesso difícil para os investigadores. É possível que não venham a ser recuperados todos os corpos das vítimas. Recentemente foram recuperados mais cinco corpos, mas falta ainda encontrar nove.

A Holanda e a Austrália não se cansam de pedir mais colaboração por parte das autoridades russas para prosseguir a investigação.

O primeiro-ministro australiano diz que Putin não poderá furtar-se ao assunto na reunião do G20, em Brisbane, na próxima semana.