Última hora

Última hora

Israel: Dois mortos e dois feridos em dois ataques à faca em menos de 6 horas

Em leitura:

Israel: Dois mortos e dois feridos em dois ataques à faca em menos de 6 horas

Tamanho do texto Aa Aa

Agrava-se a violência no conflito israelo-palestiniano. Em menos de 6 horas, nesta segunda-feira, sucederam-se dois ataques à faca distintos. No primeiro, um soldado morreu, em Telavive. No segundo, morreu uma israelita e ficaram feridos dois outros compatriotas.


Este último aconteceu em Alon Shvut, um colonato israelita no sul da Cisjordânia. Um palestiniano – já identificado como Maher Ashlamoun – tentou atropelar uma pessoa que se encontrava numa paragem, depois saiu do carro e esfaqueou três pessoas. Uma delas, uma mulher, morreu vítima de golpes no pescoço. O agressor, atingido a tiro por um polícia, foi inicialmente noticiado como estando morto, mas novas informações dão conta de que esteja apenas ferido.

O primeiro ataque aconteceu horas antes, na costa oeste do país, numa estação de comboios, em Telavive, a cidade-sede do governo e reconhecida internacionalmente como a capital de Israel. Também aqui, à faca. Mas dirigido a um soldado israelita.


A vítima, que sofreu vários golpes de arma branca, ficou em estado crítico, antes de sucumbir aos ferimentos.

As autoridades israelitas já detiveram um suspeito palestiniano do ataque ao soldado.


Estes dois casos vêm a somar-se à escalada de violência iniciada há uma semana e meia, em Jerusalém, quando o governo encerrou o Monte do Templo – Esplanada das Mesquitas, para os muçulmanos, que o consideram o terceiro local sagrado -, depois de a polícia israelita ter morto um palestiniano, suspeito do assassinato a tiro de um ativista da extrema direita israelita.

Tudo isto estará na base da recente revolta violenta, em Jerusalém, de jovens palestinianos contra a atuação das Forças de Defesa de Israel (IDF).