Última hora

Última hora

México: Mais de 10 polícias feridos em confrontos com manifestantes

Em leitura:

México: Mais de 10 polícias feridos em confrontos com manifestantes

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de uma dezena de polícias ficou ferida, em Acapulco, no México. Cerca de 300 pessoas, a maioria com o rosto coberto, atacaram os agentes antimotim, com pedras e cocktails Molotov.

Os confrontos ocorreram quando o grupo tentou forçar uma barragem policial que balizava a manifestação prevista, esta segunda-feira, no próprio aeroporto internacional de Acapulco.

Mais uma de pais e amigos dos 43 estudantes desaparecidos em setembro, e que já se sabe terem sido assassinados e os corpos queimados. Uma manifestação que atraiu milhares de mexicanos, que convergiram para o aeroporto daquela importante estância turística do sul do país, para um bloqueio de três horas.

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, de quem os manifestantes pedem a demissão, condenou a violência: “É inaceitável que alguém pretenda utilizar esta tragédia para justificar a violência. Não se pode exigir justiça agindo com violência.”

Violência que já tinha sido registada no sábado, quando, à margem de uma manifestação pacífica, um grupo de manifestantes incendiou parcialmente a porta do Palácio presidencial, na cidade do México.

Os mexicanos acusam as autoridades de serem responsáveis pela morte dos 43 estudantes.