Última hora

Última hora

Coreia do Sul: capitão de navio cujo naufrágio custou 304 vidas condenado a 36 anos de prisão

Em leitura:

Coreia do Sul: capitão de navio cujo naufrágio custou 304 vidas condenado a 36 anos de prisão

Tamanho do texto Aa Aa

A Justiça sul-coreana condenou o capitão do navio Sewol, cujo naufrágio em abril custou 304 vidas – na maioria estudantes -, a 36 anos de prisão por negligência. Lee Joon-Seok escapa no entanto à pena de morte pedida pela procuradoria pela acusação de homicídio.

A sentença foi ditada algumas horas depois das autoridades anunciarem o fim das operações de busca pelos corpos dos nove passageiros do Sewol que continuam dados como desaparecidos, apesar dos protestos dos familiares.

Dos outros 14 tripulantes que também se sentaram no banco dos réus, o chefe de máquinas recebeu 30 anos de prisão por não ter assistido dois colegas feridos durante a tragédia – no que foi considerado um homicídio involuntário -, o primeiro oficial passará 20 anos na cadeia e o segundo oficial viu atribuídos 15 anos de prisão. Os restantes receberam penas de 5 a 10 anos.