Última hora

Última hora

Portugal: "Legionella" está em "desaceleração"

Em leitura:

Portugal: "Legionella" está em "desaceleração"

Tamanho do texto Aa Aa

Face à crise de “legionella”, que já matou cinco pessoas em Portugal, o presidente da República, Cavaco Silva exorta os portugueses a confiarem nas autoridades sanitárias.

Ao mesmo tempo, os responsáveis pela Saúde Pública consideram que há já uma “desaceleração” no número de casos e que o surto está circunscrito.

No hospital de Vila Franca de Xira, onde estão internados muitos dos doentes que contraíram
a doença há nesta altura 233 casos registados.

A Doença do Legionário transmite-se por inalação de gotículas de vapor de água contaminada (aerossóis) de dimensões tão pequenas que transportam a bactéria para os pulmões, depositando-a nos alvéolos pulmonares.