Última hora

Última hora

Anéis de Memória, corneteiros e papoilas para celebrar o Armistício

Em leitura:

Anéis de Memória, corneteiros e papoilas para celebrar o Armistício

Tamanho do texto Aa Aa

O Dia do Armistício que marcou o final da Grande Guerra foi celebrado, um pouco por toda a Europa.

Em França, o presidente François Hollande inaugurou, neste 11 de novembro, o Anel da Memória de Nossa Senhora do Loreto. 500 placas de aço com os nomes dos mais de 579 mil combatentes mortos no Norte-Pas-de-Calais, alinhados por ordem alfabética e sem distinção de nacionalidade nem de campo.

Na Bélgica, em Ipres, o Armistício foi celebrado na Porta de Menin – um memorial aos soldados britânicos e da Commonwealth mortos nesta região da Flandres.

Os Corneteiros do Último Turno – um ritual dos tempos da guerra, que perdura como tradição – entoaram um tributo aos mortos da Grande Guerra de há cem anos.

No Reino Unido, a última papoila foi, esta terça-feira, “plantada” do jardim da Torre de Londres. São mais de 888 mil papoilas de cerâmica, uma por cada morto britânico da Grande Guerra.