Última hora

Última hora

Índia: morte de mulheres provoca revolta

Em leitura:

Índia: morte de mulheres provoca revolta

Tamanho do texto Aa Aa

Vaga de protestos, no Estado de Chhattisgarh, no centro da Índia, numa altura em que aumenta para 13 o número de mulheres mortas após passarem por uma cirurgia no centro de planeamento familiar.

O médico que praticou as esterilizações foi acusado de usar instrumentos enferrujados que terá causado a morte das pacientes e desencadeado uma onda de revolta.

Entre as mulheres que foram operadas 80 adoeceram e o governo denunciou o médico por morte por negligência.

Todas as mulheres operadas no local foram hospitalizadas para ficarem em observação, 20 estão em estado crítico .

A Índia realiza mais cirurgias de esterilização feminina que qualquer outro país no âmbito de uma rigorosa política de controlo de natalidade.