Última hora

Última hora

Obama quer nova estratégia na Síria

Em leitura:

Obama quer nova estratégia na Síria

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos podem mudar de rumo em relação à Síria. Segundo vários altos funcionários da administração americana, o presidente Obama terá dito que a derrota do grupo radical Estado Islâmico só pode ser conseguida depois do afastamento do governo de Bashar el-Assad, numa altura em que continuam os bombardeamentos das forças governamentais contra as posições rebeldes, nomeadamente em Aleppo.

Esta nova visão pode significar uma mudança na atitude americana. Até agora, os Estados Unidos têm dado prioridade ao Iraque. só depois surge a luta contra os radicais islâmicos na Síria. O esforço para derrubar o regime do ditador sírio tem sido relegado para terceiro plano.

A luta dos combatentes curdos Peshmerga continua a ser apoiada pelos Estados Unidos. A aviação norte-americana bombardeou 16 posições à volta da cidade de Kobani, na fronteira entre a Turquia e a Síria. Este é o ponto estratégico mais importante na luta da coligação internacional para parar o avanço dos radicais.