Última hora

Última hora

"O Estranho Caso de Dr. Jekyll e Mr. Hyde" em linguagem gestual

Em leitura:

"O Estranho Caso de Dr. Jekyll e Mr. Hyde" em linguagem gestual

Tamanho do texto Aa Aa

Em Nova Iorque sobe ao palco uma versão muito especial da peça “O Estranho Caso de Dr. Jekyll e Mr. Hyde”.

O espetáculo é falado em língua gestual e em inglês. Cada personagem é incarnada por dois atores.

“É uma produção teatral como outra qualquer. A única diferença é que é representada em língua gestual. Tudo o resto respeita a tradição teatral.”, disse JW Guido, o diretor da companhia.

“O grande desafio teatral para os surdos é trabalhar com a voz dos atores porque a voz tem de estar sincronizada com a linguagem gestual, o que implica mais ensaios. Não é fácil”, acrescentou o responsável.

Robert DeMay trabalha como ator há três décadas. Nos últimos anos tem constatado que há cada vez menos trabalho para atores surdos.

“É muito difícil para um ator surdo. Antes era mais fácil. Havia várias companhias de teatro de surdos, mais do que agora. Houve muitos cortes financeiros nas artes em geral o que torna as coisas mais difíceis para o surdos. É difícil encontrar trabalho. Tenho sorte por poder fazer esta peça”, referiu o ator.

“O Estranho Caso de Dr. Jekyll e Mr. Hyde” em linguagem gestual sobe ao palco até 16 de novembro em Nova Iorque.