Última hora

Última hora

Brisbane: Putin irá abandonar prematuramente cimeira do G20

Em leitura:

Brisbane: Putin irá abandonar prematuramente cimeira do G20

Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin irá abandonar prematuramente a cimeira do G20 em Brisbane na Austrália. O motivo será a pressão exercida pelos lideres ocidentais sobre o alegado envolvimento da Rússia na guerra civil ucraniana.

Putin encontrou-se bilateralmente com vários dirigentes, incluindo David Cameron, o primeiro-ministro britânico.

A Ucrânia e o eventual reforço das sanções contra Moscovo tem dominado a cimeira.

“As conversações aqui têm como objetivo, mais uma vez, ter a noção de como o presidente russo vê a situação na Ucrânia. Não espero grandes alterações, mas na verdade, a situação não é satisfatória”, declarou Angela Merkel, chanceler alemã.

Os líderes europeus estão a considerar o reforço das sanções, mas a França está confrontada com a entrega do navio de guerra Mistral a Moscovo.

No entanto, o assunto não terá sido abordado, de acordo com fontes da delegação francesa em Brisbane.

Certos são os protestos contra o presidente russo na cidade australiana.

Gritos de “Putin assassino” e “fora da Ucrânia” foram algumas formas de contestação dos manifestantes.

Apesar da pressão europeia e norte-americana e, também, dos civis nas ruas, a Rússia nega veemente qualquer implicação no conflito no leste da Ucrânia que já provocou mais de 4 mil mortos.

A Austrália, país anfitrião, quis dedicar o G20 aos temas do crescimento económico e ambiente, mas as declarações de Barack Obama ou Angela Merkel indicam que a questão da segurança será o tema dominante até ao fim.