Última hora

Última hora

Romenos decidem entre Ponta e Iohannis para a presidência

Em leitura:

Romenos decidem entre Ponta e Iohannis para a presidência

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro Victor Ponta prepara-se para se tornar no presidente mais novo da história da Roménia, se as sondagens se confirmarem na segunda das presidenciais deste domingo.

Da esquerda social-democrata, Ponta, de 42 anos liderou os estudos de opinião de forma confortável sobre o cristão liberal de origem alemã, Klaus Iohannis, que é também presidente de câmara da cidade de Sibiu na Transilvânia.

Costi Rogozanu, analista político, explica existir uma incoerência na social-democracia romena.

“Na Roménia nós temos um social-democrata que nem sequer esconde que é de direita. Ele propôs mesmo um primeiro-ministro de direita, Tariceanu, o liberal que conduziu um governo de direita com Traian Basescu, o presidente cessante”, sublinha Rogozanu.

Na segunda volta das presidenciais, os Romenos escolhem entre Ponta, que prometeu estabilidade, e Iohannis, que defende a luta contra a corrupção.

A palavra cabe aos eleitores.

“Votei por um caminho europeu”, diz um homem. “Quero um presidente que tome decisões, que seja forte e não fraco que mantenha o país em equilíbrio sem se deixar influenciar por partidos políticos”, refere outro.

Quem ganhar a presidência vai gerir um país que procura sair de um programa de assistência do Fundo Monetário Internacional.

A enviada da Euronews, Laura Davidescu, explica que “as imagens públicas dos dois candidatos na eleição presidencial não diferem muito, mas os projetos políticos são diferentes. É pouco claro o caminho que a Roménia deve seguir para sair do seu atual estatuto: o de um país periférico da União Europeia”.