Última hora

Última hora

Ébola vitima cirurgião nos EUA

Em leitura:

Ébola vitima cirurgião nos EUA

Tamanho do texto Aa Aa

Um cirurgião da Serra Leoa com autorização permanente de residência nos Estados Unidos não resistiu ao Ébola. Martin Salia contraiu o vírus quando trabalhava num hospital protestante norte-americano em Freetown.

Quando chegou ao Centro de Hospitalar de Nebraska, nos Estados Unidos, Martin já apresentava insuficiência hepática e respiratória.

“Ele chegou num estado muito crítico apesar disso tivemos enfermeiros e médicos de volta dele, literalmente a trabalhar em contrarrelógio para tentar inverter a condição mas não conseguimos”, explicou Phil Smith, médico diretor da unidade de contenção biológica.

“Quero agradecer aos nossos heróis locais que tomaram conta deste herói global nos últimos dias, fizeram um trabalho extraordinário, foi o melhor de tudo”, diz Rosanna Morris, enfermeira-chefe.

Salia tinha 44 anos, foi 10 caso do vírus, conhecido nos Estados Unidos.