Última hora

Última hora

Obama quer regularizar situação de cerca de 5 milhões de imigrantes ilegais

Em leitura:

Obama quer regularizar situação de cerca de 5 milhões de imigrantes ilegais

Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente dos Estados Unidos da América apresenta, esta noite, um pacote de medidas para regularizar a situação de cerca de 5 dos 11 milhões de imigrantes que vivem ilegalmente no país. O anúncio foi feito por Barack Obama num vídeo difundido na internet.

Sobre a matéria, o Democrata Jeh Johnson, Secretário da Segurança Interna, lança acusações aos Republicanos, que já detinham a maioria na Câmara dos Representantes:

“Esperámos anos para que o Congresso agisse e o Congresso não agiu. A Câmara dos Representantes não agiu em 2013. Não agiu em 2014. O Presidente esperou. Agora, podemos dentro das nossas competências, corrigir aquilo que todos reconhecem como um sistema de imigração que não funciona.”

A imprensa norte-americana diz que as medidas que o chefe de Estado vai anunciar beneficiam os pais de crianças com cidadania americana e pessoas que têm documentos de permanência por um período indefinido.

“O que eu peço ao presidente Barack Obama é que seja o mais generoso possível, inclua e abrigue o máximo de pessoas possível, porque há quem queira trabalhar para dar aos seus filhos um futuro estável”, diz Mayda, uma emigrante, mãe de uma criança que tem nacionalidade norte-americana.

Os republicanos consideram que este plano é inconstitucional, dizendo que equivale a uma amnistia e que vai encorajar a imigração ilegal.