Última hora

Última hora

Unidos contra o EI: Turquia vai treinar peshmergas curdos

Em leitura:

Unidos contra o EI: Turquia vai treinar peshmergas curdos

Tamanho do texto Aa Aa

A luta contra o grupo Estado Islâmico (EI) reaproxima a Turquia e o Curdistão iraquiano. O primeiro-ministro turco, Ahmet Davotuglu reuniu-se esta sexta-feira em Erbil com o líder curdo Massud Barzani para discutir o reforço da cooperação militar na luta contra os combatentes islamitas e a retoma do fluxo de petróleo entre o curdistão e o porto turco de Ceyhan.

Duas frentes na mesma batalha contra o grupo islamita, cujo contrabando de petróleo representa atualmente uma das principais fontes de financiamento do grupo armado.

Massud Barzani recordou que, “o governo regional curdo vai enviar 150 mil barris de petróleo através do oleoduto que liga o Iraque à Turquia, para exportação”.

A decisão ocorre depois do acordo entre Bagdade e o governo curdo, no dia 19 de novembro, para desbloquear o financiamento às autoridades da região autónoma, em troca da retoma do transporte de petróleo para os reservatórios iraquianos no porto de Ceyhan.

Davotuglu anunciou igualmente o reforço da cooperação militar contra o grupo islamita:

“A Turquia vai fornecer todo o tipo de apoio necessário à segurança da região curda, um dos temas que discutimos foi o treino militar. Vamos aumentar a cooperação nesta área”.

A imprensa turca avança que as forças especiais do país vão deslocar-se ao norte do Iraque para treinar os combatentes peshmergas do exército curdo, durante pelo menos um mês. Erbil continua a exigir a Ancara que permita a passagem de mais combatentes curdos na fronteira com a Síria, para reforçar o combate contra os islamitas na cidade de Kobani.