Última hora

Última hora

Negociações sobre programa nuclear iraniano prolongam-se

Em leitura:

Negociações sobre programa nuclear iraniano prolongam-se

Tamanho do texto Aa Aa

Em Viena, as negociações entre o Irão e um conjunto de países a respeito do programa nuclear devem prolongar-se para além de segunda-feira, prazo limite para se encontrar um acordo.

A Alemanha e os Estados Unidos dizem que tanto o Irão como os interlocutores estão a trabalhar para estreitar as diferenças que ainda existem.

A ideia de um acordo com o Irão tem alguns opositores. Um deles é o senador norte-americano John McCain, antigo candidato republicano às presidenciais, aqui entrevistado pela jornalista da euronews Isabelle Kumar: “Os iranianos têm um longo historial de fazer batota, de esconder as capacidades nucleares. Em algumas ocasiões, essas capacidades tiveram de ser tornadas públicas. Se fossem sérios, não quereriam continuar a enriquecer urânio. Eles continuam a desenvolver ogivas nucleares e mísseis, para construírem armas nucleares. Estamos prestes a entrar num muito mau negócio, por parte desta administração americana”, disse o político americano.

Do lado iraniano, a palavra final sobre um eventual acordo cabe ao Aiatola Khamenei, líder supremo do país. Tradicionalmente, o clero do Irão opõe-se a compromissos com o Ocidente.

O objetivo das reuniões é encontrar uma forma de o Irão poder continuar a enriquecer urânio e ao mesmo tempo haver um enfraquecimento das sanções ocidentais