Última hora

Última hora

EUA/Ferguson: Reação violenta à decisão do júri

Em leitura:

EUA/Ferguson: Reação violenta à decisão do júri

Tamanho do texto Aa Aa

Em Ferguson, nos Estados Unidos, registaram-se confrontos com a polícia durante manifestações de desagrado com a decisão do júri não levar a tribunal o polícia que em agosto matou a tiro Michael Brown, um jovem negro de 18 anos que estava desarmado.

As cenas de violência começaram pouco depois do procurador do condado de Saint Louis ter anunciado que a decisão foi tomada por não haver “causa provável” para avançar com as acusações contra Darren Wilson.

O Presidente Barack Obama fez um apelo à calma.

“Primeiro que tudo, somos uma nação alicerçada no Estado de direito e, por isso, devemos aceitar a decisão do grande júri. Há norte-americanos que concordam e outros que estão profundamente desapontados e mesmo zangados. É uma reação compreensível. Mas, junto-me aos pais de Michael Brown e peço a quem contesta a decisão, que o faça pacificamente”, pediu o Obama.

  • USA: Protest and Clashes : Los Angeles

    Photo: Anadolu News Agency

  • USA: Protest and Clashes : Missouri

    Photo: Anadolu News Agency

  • USA: Protest and Clashes : New York

    Photo: Anadolu News Agency

  • USA: Protest and Clashes : New York

    Photo: Anadolu News Agency

  • USA: Protest and Clashes : New York

    Photo: Anadolu News Agency

  • USA: Protest and Clashes : New York

    Photo: Anadolu News Agency

  • USA: Protest and Clashes : New York

    Photo: Anadolu News Agency

  • USA: Protest and Clashes : New York

    Photo: Anadolu News Agency

  • USA: Protest and Clashes : Washington

    Photo: Anadolu News Agency

  • USA: Protest and Clashes : Washington

    Photo: Anadolu News Agency

  • USA: Protest and Clashes : Washington

    Photo: Anadolu News Agency

  • USA: Protest and Clashes : Washington

    Photo: Anadolu News Agency

O apelo dos pais da vítima e do Presidente foram no entanto ignorados por alguns manifestantes, que aproveitaram a oportunidade para pilhar lojas.