Última hora

Última hora

Liga dos Campeões: Sporting brilha às escuras, Porto cumpre obrigação

Em leitura:

Liga dos Campeões: Sporting brilha às escuras, Porto cumpre obrigação

Tamanho do texto Aa Aa

O Sporting continua em busca de um lugar nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões e deu um passo decisivo ao receber e vencer o Maribor por três bolas a uma.

Os leões dominaram os eslovenos a todos os níveis e o seu triunfo nunca esteve em causa. Nani voltou a brilhar com a camisola verde-e-branca mas quem provocou a primeira explosão de alegria em Alvalade foi Carlos Mané.

O extremo abriu o ativo aos dez minutos, encostando à boca da baliza um cruzamento de Jefferson na esquerda. Estava feito o mais difícil mas nem assim o Sporting tirou o pé do acelerador.

Aos 35 minutos Nani fez o que quis da defesa do Maribor e fez o 2-0. A tranquilidade não durou muito tempo, uma vez que ainda antes do descanso, Jefferson marcou na baliza errada, oferecendo aos forasteiros um golo no único ataque perigoso que fizeram no primeiro tempo.

O descanso acabou por ser uma das principais notas de destaque do encontro. Em vez dos costumeiros 15 minutos, uma falha no sistema de iluminação obrigou a uma interrupção de cerca de uma hora.

Após a longa pausa, os leões apresentaram-se em campo com as baterias carregadas. Podiam ter construído uma goleada histórica mas o único a fazer funcionar o marcador foi Islam Slimani.

A vitória leonina peca por escassa, ainda assim serviu para colocar os leões na segunda posição do grupo G, um empate na última jornada em Stamford Bridge é suficiente para os leões seguirem em frente.

Já o Schalke foi goleado em casa pelo Chelsea por 5-0 e caiu para a terceira posição. Está obrigado a vencer na última jornada na Eslovénia e a esperar por uma escorregadela dos leões em Londres.

Porto cumpre obrigação na Bielorrússia

O FC Porto já tinha assegurado um lugar entre as 16 melhores equipas da Europa, esta terça-feira garantiu a vitória no grupo H. Os azuis-e-brancos foram a Borisov vencer por 3-0 e com a derrota do Shakhtar, em casa, frente ao Athletic Bilbao, já ninguém lhes tira o primeiro lugar.

A equipa de Julen Lopetegui nem precisou de se aplicar a fundo para levar de vencida o BATE. Depois de uma primeira parte morna, sem golos, a superioridade do Porto ficou bem evidente no segundo tempo.

Héctor Herrera abriu caminho à vitória com um disparo de fora da área. O mexicano foi o homem do encontro na Bielorrússia. Depois de ter feito o gosto ao pé, esteve na origem dos dois restantes golos dos portistas.

Os tentos de Jackson Martínez e Cristian Tello tiveram ambos assistência de Herrera.

No outro jogo do grupo H, Mikel San José apontou o tento solitário no duelo entre Shakhtar e Athletic. Apesar da derrota, os ucranianos já têm um lugar garantido nos oitavos-de-final.

Os espanhóis, deixaram a lanterna vermelha do grupo mas o máximo a que podem aspirar é a um lugar na Liga Europa. O desafio da última jornada frente ao BATE será decisivo para ambas as equipas.

Lionel Messi bate mais um recorde

Depois de bater o recorde de Telmo Zarra na Liga espanhola, Lionel Messi tornou-se no maior goleador de sempre na Liga dos Campeões. O argentino apontou um hat-trick na goleada do Barcelona em Nicósia frente ao APOEL e tem agora 74 golos na principal prova do futebol europeu.

Mário Sérgio, Tiago Gomes e Nuno Morais jogaram os 90 minutos na equipa da casa mas não encontraram forma de travar Messi. O primeiro a dar nas vistas, no entanto, foi Luis Suárez.

O uruguaio abriu o ativo no Chipre e estreou-se a marcar com a camisola do Barcelona.

O grupo F continua a ser liderado pelo Paris Saint-Germain, que recebeu e venceu o Ajax por 3-1. Edinson Cavani marcou por duas vezes, o outro golo dos parisienses foi marcado pelo inevitável Zlatan Ibrahimović.

Sergio Agüero mantém Manchester City na luta

O Manchester City esteve com um pé fora da Liga dos Campeões mas Sergio Agüero carregou a equipa às costas rumo a uma vitória por 3-2 frente ao Bayern de Munique. O argentino apontou os três golos dos ingleses, dois deles nos últimos cinco minutos.

Em Moscovo, CSKA e Roma empataram a uma bola. Vasiliy Berezutskiy, ao cair do pano, evitou a derrota da equipa da casa. Antes, Francesco Totti tinha provado que velhos são os trapos ao marcar para os italianos na marcação de um livre direto.

O Bayern segue tranquilamente na liderança, o segundo lugar será decidido na última jornada. Para já, as três restantes equipas estão empatadas com cinco pontos.