Última hora

Última hora

Decisão da OPEP penaliza a Rússia

Em leitura:

Decisão da OPEP penaliza a Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia não integra a OPEP mas vê-se atingida diretamente pelas decisões da organização.

Tal como a OPEP, Moscovo vai manter a produção nos 10,5 milhões de barris de petróleo por dia, o que equivale a 11% da produção mundial.

Mas a queda dos preços do petróleo significa menos dinheiro nos cofres públicos.

As consequências sentem-se também no mercado cambial. Com o forte recuo do preço do crude, a moeda russa viveu mais um dia difícil. Esta quinta-feira, o euro tocou os 60 rublos, um recorde histórico, e o dólar chegou a valer 48 rublos.

As receitas petrolíferas representam quase metade do orçamento russo. O ministério das Finanças diz que terá de ser revisto o orçamento para 2015, aprovado recentemente e baseado num preço do barril a 100 dólares.

Com a queda de 30% preço do petróleo, Moscovo estima ter perdido entre 90 e 100 mil milhões de dólares.