Última hora

Última hora

Boicote da oposição marca segunda volta das eleições no Bahrain

Em leitura:

Boicote da oposição marca segunda volta das eleições no Bahrain

Tamanho do texto Aa Aa

Uma semana depois, os eleitores regressam às urnas no Bahrain para escolher os restantes 34 deputados da câmara baixa do Parlamento. Tal como aconteceu na primeira volta, o escrutínio está a ser boicotado pela oposição xiita que acusa o governo de não ter avançado, como prometido, com as reformas políticas no país aliado dos Estados Unidos.

“Vim votar porque acredito que a democracia não se instala de um dia para o outro. Em muitos países foram precisos centenas anos. Tenho, por isso, a responsabilidade de apoiar o meu país e a população. É evidente que nem tudo corre como queremos, mas se virarmos as costas nunca vamos atingir os nossos objetivos” refere a eleitora Zahra Taher.

Estas são as primeiras eleições organizadas no Bahrain desde a onda de contestação ao regime em 2011 que terminou com várias dezenas de mortos.

“Faço parte das pessoas que decidiu boicotar este espetáculo parlamentar. As pessoas que estão a entrar no Parlamento estão a ameaçar e a aterrorizar o povo” afirma o eleitor, Said Mehdi Ayat

O principal grupo da oposição xiita, Al-Wefaq, diz que a taxa de participação na primeira volta não foi além dos 30 por cento, cerca de 20 pontos percentuais abaixo dos números oficiais.