Última hora

Última hora

Grande Prémio de Jeju: Judocas da casa "limpam" medalhas

Em leitura:

Grande Prémio de Jeju: Judocas da casa "limpam" medalhas

Tamanho do texto Aa Aa

O último dia do grande prémio de judo de Jeju, na Coreia do Sul, foi uma grande colheita para os judocas da casa, com uma onda de medalhas de ouro. Os coreanos estiveram em quase todas as finais.

Nos femininos, na categoria de mais de 78 quilos, a final discutiu-se entre duas sul-coreanas. Kim Jiyoun levou a melhor sobree Lee Eun-ju.

Nos masculinos, na categoria de menos de 90 quilos, foi mais um coreano a conseguir a medalha de ouro, com Gwak Dong-han a derrotar Mammadali Mehdiyev, do Azerbaijão. Foi o segundo ano consecutivo de vitória para o coreano, neste grande prémio.

Outro judoca da casa a ganhar ouro foi Cho Guham, na categoria de menos de 100 quilos. O coreano, que tinha sido medalha de bronze nos últimos jogos asiáticos, derrotou Tuvshinbayar Naidan, da Mongólia, campeão olímpico em Pequim, em 2008.

Quanto à superestrela Teddy Riner, sete vezes campeão do mundo e atual campeão olímpico, na categoria de mais de 100 quilos, as expectativas eram grandes. O francês não as defraudou e venceu a final contra o coreano Kim Sung-min, por acumulação de faltas do adversário.

Finalmente, nos femininos, na categoria de menos de 78 quilos, a francesa Audrey Tcheuméo derrotou a alemã Luise Malzahn, na única final deste último dia que não envolveu judocas coreanos.

Tcheuméo foi medalha de prata nos mundiais e de bronze nos Jogos Olímpicos. Consegue assim mais uma vitória para a França, que sai de Jeju com uma boa contagem de medalhas.