Última hora

Última hora

Uma cabóiada com vampiros iranianos

Em leitura:

Uma cabóiada com vampiros iranianos

Tamanho do texto Aa Aa

“A Girl Walks Home Alone at Night”, o primeiro filme de Ana Lily Amirpour, é tido como o primeiro western de terror iraninano. Filmado a preto e branco, a película inspira-se no romance escrito pela realizadora e conta com o desempenho da americana Sheila Vand no papel principal.

Sheila Vand:

“O filme é acerca de uma vampira solitária que dá por si numa cidade-fantasma no Irão, chamada Bad City, que está cheia de escumalha da sociedade, como prostitutas, chulos e drogados. Ela encontra uma faísca de amor e cria um elo inesperado com um jovem que também se encontra preso nas suas circunstâncias, mas é claro que eles estão condenados porque ela é uma vampira e ele não. Trata-se portanto de uma história de amor e de um western iraniano de vampiros.”

O filme centra-se no romance entre um jovem e uma vampira solitária, que passa o seu tempo a deambular pela ruas permanentemente desertas da cidade.

Sheila Vand:

“Eu adoro o facto de o filme ser falado em Farsi, não o consigo imaginar noutra língua. Como foi rodado no Irão é algo muito raro. Vi alguns filmes nos quais a ação decorre no estrangeiro e as personagens falam inglês, o que me deixa fora de mim. Penso que é uma experiência mais interessante quando é falado em Farsi. E tem mais piada atuar em Farsi porque é uma camada extra na caracterização. Sentimo-nos imediatamente transformados porque as palavras que nos vêm à boca não são as palavras que usuamos no dia a dia.”

Elijah Wood, o famoso Frodon do Senhor dos Anéis, surge no genérico como produtor-executivo. O filme estreou em algumas sala em finais de novembro.